Voltar à página anterior

Pelourinhos de Ponte de Lima
Pelourinho de Ponte de Lima (e Paços do Concelho), Pelourinho de Bertiandos e Pelourinho de Anais

Ponte de Lima 41º 46’ 7,7” N | 8º 35’ 3,4” W
  • Pelourinho dos Paços do Concelho Pelourinho dos Paços do Concelho
  • Pelourinho de Bertiandos Pelourinho de Bertiandos
  • Pelourinho do Passeio 25 de abril Pelourinho do Passeio 25 de abril
  • Pelourinho de Bertiandos Pelourinho de Bertiandos
  •  	Pelourinho do Passeio 25 de abril Pelourinho do Passeio 25 de abril
Ponte de Lima

O pelourinho, símbolo de jurisdição municipal, começou por ser designado por picota; local onde se amarravam e se expunham os que não cumprissem a lei.

A picota de Ponte de Lima terá existido junto à escadaria que dava acesso à cadeia, hoje largo da Picota, dentro de muros. Só no século XVI terá passado para o exterior, no areal. As cheias do rio iam-no tombando e por isso foi notícia de vários restauros.

Já no século XX, com o alargamento do passeio de D. Fernando, decide a autarquia translada-lo para a Praça da Rainha, mais próximo dos Paços do concelho. O infortúnio de um pelourinho desmantelado resultou no desaparecimento de algumas partes. O que foi reconstruído junto do edifício da Câmara Municipal e o que, mais recentemente, se instalou junto ao areal, possuem na sua maioria, elementos que não são os originais.

Melhor sorte teve o pelourinho de Bertiandos, cujo aproveitamento de um marco miliário, foi usado a partir de 1795 como símbolo de justiça do Couto de Bertiandos. Extinto o couto, o Senhor da Casa de Bertiandos mandou-o colocar no seu quintal, onde ainda hoje permanece. Estes dois pelourinhos estão classificados como imóveis de interesse público.

O último pelourinho a que nos referimos está inventariado no P.D.M. deste município. Datado do século XVI encontra-se na atual freguesia de Anais, sede do extinto concelho de Albergaria de Penela. A sua localização não andará muito longe da original, em frente à antiga casa, sede do concelho.



Pelourinho do Passeio 25 de abril - 41º 46' 4,9'' N | 8º 35' 6,0'' W

Pelourinho dos Paços do Concelho - 41º 46' 3,2'' N | 8º 34' 59,0'' W

Pelourinho de Bertiandos - 41º 45' 51,4'' N | 8º 37' 29,7'' W



Descrição
O pelourinho, símbolo de jurisdição municipal, começou por ser designado por picota; local onde se amarravam e se expunham os que não cumprissem a lei.

A picota de Ponte de Lima terá existido junto à escadaria que dava acesso à cadeia, hoje largo da Picota, dentro de muros. Só no século XVI terá passado para o exterior, no areal. As cheias do rio iam-no tombando e por isso foi notícia de vários restauros.

Já no século XX, com o alargamento do passeio de D. Fernando, decide a autarquia translada-lo para a Praça da Rainha, mais próximo dos Paços do concelho. O infortúnio de um pelourinho desmantelado resultou no desaparecimento de algumas partes. O que foi reconstruído junto do edifício da Câmara Municipal e o que, mais recentemente, se instalou junto ao areal, possuem na sua maioria, elementos que não são os originais.

Melhor sorte teve o pelourinho de Bertiandos, cujo aproveitamento de um marco miliário, foi usado a partir de 1795 como símbolo de justiça do Couto de Bertiandos. Extinto o couto, o Senhor da Casa de Bertiandos mandou-o colocar no seu quintal, onde ainda hoje permanece. Estes dois pelourinhos estão classificados como imóveis de interesse público.

O último pelourinho a que nos referimos está inventariado no P.D.M. deste município. Datado do século XVI encontra-se na atual freguesia de Anais, sede do extinto concelho de Albergaria de Penela. A sua localização não andará muito longe da original, em frente à antiga casa, sede do concelho.
Contactos
Pelourinho do Passeio 25 de abril - 41º 46' 4,9'' N | 8º 35' 6,0'' W

Pelourinho dos Paços do Concelho - 41º 46' 3,2'' N | 8º 34' 59,0'' W

Pelourinho de Bertiandos - 41º 45' 51,4'' N | 8º 37' 29,7'' W
Visite Ponte de Lima
Visite Ponte de Lima
© 2022
PortoNorte