Voltar à página anterior

Feira Quinzenal de Ponte de Lima

D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, na carta de foral outorgada a Ponte de Lima em 4 de março de 1125, refere já a sua existência, facto que a torna a primeira feira documentada em Portugal. 

O tempo não acabou com esta tradição e quinzenalmente, às segundas-feiras (o povo chama às outras solteiras), na margem esquerda do rio, a feira mais antiga de Portugal, obrigatoriamente, continua a cumprir-se.

Vir mercar nas ruas artificiais criadas entre as tendas do areal é uma experiência única para quem quiser viver um pouco do que resta dos velhos hábitos medievais, pelo que não pode nem deve deixar de o fazer.

Consulte as Feiras Quinzenais de Ponte de Lima:



Descrição
D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, primeiro Rei de Portugal, na carta de foral outorgada a Ponte de Lima em 4 de março de 1125, refere já a sua existência, facto que a torna a primeira feira documentada em Portugal. 

O tempo não acabou com esta tradição e quinzenalmente, às segundas-feiras (o povo chama às outras solteiras), na margem esquerda do rio, a feira mais antiga de Portugal, obrigatoriamente, continua a cumprir-se.

Vir mercar nas ruas artificiais criadas entre as tendas do areal é uma experiência única para quem quiser viver um pouco do que resta dos velhos hábitos medievais, pelo que não pode nem deve deixar de o fazer.

Consulte as Feiras Quinzenais de Ponte de Lima:

Visite Ponte de Lima
Visite Ponte de Lima
© 2019
PortoNorte