Municípios do Vale do Lima apresentam campanha de promoção do Loureiro Enoturismo
24 Mar 2022 Municípios do Vale do Lima apresentam campanha de promoção do Loureiro
LOUREIRO DO VALE DO LIMA – UM VINHO, UM TERRITÓRIO, UM DESTINO

200 mil euros de investimento durante 2 anos. Estima-se aumento de 5% de turistas na região.

"Loureiro do Vale do Lima – um vinho, um território, um destino” é o mote para uma estratégia que tem como objetivo principal o incremento do enoturismo através do desenvolvimento de um conjunto alargado de ações de promoção e marketing do vinho verde centradas especificamente na Casta Loureiro, enquanto produto patrimonial e identitário da região do Vale do Lima (Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo), apostando numa marca territorial de grande valor. A campanha, composta por uma dezena de ações, tem um investimento de mais de 200.000€ (com quase 50% de investimento de receitas próprias) e vai decorrer durante mais de dois anos. Com isto estima-se que a médio e longo prazo o projeto poderá contribuir com um aumento de 5% de turistas na região do Vale do Lima.

"A afirmação do Loureiro do Vale do Lima é um fator chave não só para a comercialização e posicionamento dos vinhos da região, como também e conforme o propósito do presente projeto, para a promoção do turismo e obtenção de vantagem competitiva sobre outras regiões potenciando, reciprocamente, a promoção e a venda dos restantes produtos turísticos existentes no território na perspetiva do cross-selling, conforme se pretende promover através das ações implementar”, adiantou o vice- presidente da Câmara de Ponte de Lima, Paulo Sousa, na apresentação da campanha, que juntou os representantes dos quatro municípios do Vale do Lima — Arcos de Valdevez, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Viana do Castelo, bem como Manuel Pinheiro, o presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, que sublinhou que a campanha é "um ponto de partida para todo o território”.

Os autarcas deixaram claro que querem avançar com cooperação mais estreita em outros sectores. O primeiro autarca a falar foi o de Arcos de Valdevez. José Manuel Esteves, destacou que o vinho, que "tem melhorado com a qualificação de adegas, engenheiros e enólogos, vai também levar mais gente à restauração”.

Manuel Vitorino, o vice-presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, considerou que o projeto é um "passo de gigante para romper os minifúndios”, apontando a estratégia concertada pelos quatro municípios como um exemplo de uma "quinta geração de políticas municipais, preocupada com a sustentabilidade”. Para Augusto Marinho, presidente da Câmara de Ponte da Barca, é de saudar a "cooperação”, com a qual "todos ganhamos”.

A campanha vai dar uma maior consistência e identidade ao projeto promovendo-o como um todo e reforçando os laços comerciais entre as diferentes atividades que concorrem para a promoção da qualidade da região. O objetivo passa por conseguir cruzar a Restauração, o Enoturismo e os produtores da casta Loureiro, com conteúdos de referência para todos os que visitam a região, mas também a todos os que estejam interessados em conhecer de forma aprofundada os que de mais característico se produz no território.

Paulo Sousa, vice-presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, corroborou Manuel Pinheiro, da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, ao considerar que é um "ponto de partida” para mais trabalhos dos quatro municípios em conjunto. "Estamos a fazer história”, disse.

A casta Loureiro existe em quase toda a região dos Vinhos Verdes, mas é originária do vale do rio Lima. Independentemente de na região do Vale do Lima existir um terroir regulamentado ou não, indubitavelmente na Casta Loureiro, essa identidade já existe de forma natural e espontânea há vários séculos, mas só recentemente foi considerada uma casta nobre, nunca tendo sido abordada nem desenvolvida nessa perspetiva, tendo vivido sempre encoberta pela força da região dos vinhos verdes, identificação que em nada impede, muito pelo contrário, o crescimento natural daquela casta em particular.

 
Objetivos da Campanha:

Estratégia territorialmente diferenciada de desenvolvimento regional, assente na promoção económica dos seus recursos próprios e, designadamente, do seu capital simbólico e identitário, corporizado através dos seguintes objetivos específicos:

- Valorização económica da excelência turística regional;

- Valorização de novos territórios de aglomeração de atividades económicas;

- Valorização económica de recursos endógenos em espaços de baixa densidade e

- Diversificação da atividade económica dos territórios rurais.

Fonte: www.cm-pontedelima.pt

Veja mais de

Enoturismo
Visite Ponte de Lima
Visite Ponte de Lima
© 2022
PortoNorte