Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues visita o 15.º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima Jardins e Parques
04 Jun 2019 Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues visita o 15.º Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima
O Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima abriu portas à sua 15.ª edição. A inauguração presidida pelo Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, pode ser visitada até ao final do mês de outubro.

Sob o tema "Jardins do Fim do Mundo”, o FIJ revela uma preocupação em incentivar a criação artística, quer por parte de artistas emergentes, quer por parte de artistas já estabelecidos, proporcionando-lhes um espaço para exibição das suas obras, e também acompanhamento durante o processo de desenvolvimento físico e promoção dos projetos, por parte de uma equipa pluridisciplinar.

Por outro lado, junto da geração mais jovem, o Festival alavanca o momentum para alertar para os sintomas da crise ecológica.

Comprometido com questões ambientais, o Festival Internacional de Jardins põe em marcha uma revolução silenciosa, sensibilizando a comunidade para a integração das artes em prol da sustentabilidade.

São doze os jardins patentes no Festival agora inaugurado. Provenientes da Alemanha, Argentina, Áustria, Brasil, China, Espanha, Holanda, Itália, Portugal e República Checa, estes são "jardins efémeros”, unidos por um "denominador comum extraordinariamente importante:” a noção de que "é fundamental ter uma componente no que à educação ambiental diz respeito”, revelou o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Eng.º Victor Mendes.

A par dos referidos fazem-se representar no evento, os "Jardins Escolinhas”, para a sua 5.ª Edição. Estes refletem um dos principais objetivos do Festival Internacional de Jardins, "conferir um contributo pedagógico e de sensibilização para a arte dos jardins e para os problemas ambientais”, afirma o autarca.

Nas palavras do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, "A Câmara de Ponte de Lima tem muito a ensinar neste aspeto, existem outras iniciativas similares, mas nenhuma que eu conheça com esta magnitude em Portugal. (…) Projetos com esta natureza, que acabam por integrar várias áreas disciplinares, já existem em vários países, mas com esta articulação entre Município, Ministério de Educação, e os Agrupamentos de Escolas, é de saudar. (…) No fundo é conseguir ver os Agrupamentos de Escolas adiantarem-se às nossas políticas. Se nós dizemos que as escolas têm de ter mais autonomia, mais flexibilidade, e promover o sucesso escolar com equidade entre todos, vemos que as escolas, desde jardins-de-infância, até ao secundário, lideradas pelos diretores, já o fazem, e fazem-no bem, nos projetos educativos aqui do Município”, acrescentou.
Fonte: www.cm-pontedelima.pt

Veja mais de

Jardins e Parques
Visite Ponte de Lima
Visite Ponte de Lima
© 2019
PortoNorte