Voltar à página anterior

Ecovia da Laranja

Caminho da Oliveirinha, Arcozelo 4990-146 Ponte de Lima 41° 46' 9,9" N | 8° 35' 15,3" W
Caminho da Oliveirinha, Arcozelo 4990-146 Ponte de Lima

O troço da Laranja, em Ponte de Lima, estabelece a ligação entre a vila e o cais da Garrida, em Refoios do Lima. Iniciamos o troço na margem direita, junto à ponte Romano-Gótica. A ponte, que une as duas margens há 2000 anos, está classificada como monumento nacional. Obra única do tempo do imperador romano Ótavio César Augusto, viria a sofrer um aumento na Idade Média devido a um desvio do leito do rio e à destruição provocada pelo tempo ou guerras.

Seguimos pelo troço e passamos, de imediato, pela capela do Anjo da Guarda, monumento do séc. XIV que possui uma estrutura de tramo único com 3 faces abertas, cobertura em abóbada cruzetada ogival e capitéis ornados com motivos vegetalistas.

Antes de continuarmos o caminho, aconselhamos uma breve visita ao Parque do Arnado, localizado à nossa esquerda, para apreciar o notável conjunto de jardins que recriam distintos estilos artísticos.

De regresso à ecovia seguimos, por entre belos exemplares de tílias, em direção à ponte que atravessa o rio Labruja. Da ponte conseguimos vislumbrar o posto de observação de fauna do rio Lima. Aconselhamos uma breve paragem neste equipamento que permite, caso a sorte esteja do nosso lado, contemplar espécies de fauna como o pato-real, a garça-real, o guarda-rios, ou mesmo a lontra em busca da sua refeição.

Na restante extensão do percurso, até Refoios do Lima, somos acompanhados em permanência pela galeria ripícola do rio Lima composta por carvalhos, freixos, amieiros e salgueiros, que lhe emprestam uma agradável frescura ao longo de toda a sua extensão. Ao contrário dos troços que seguem para jusante de Ponte de Lima, onde dominam as extensas áreas agrícolas, assiste-se a um estreitamento das margens, nomeadamente a partir do viaduto da A3, diminuindo o espaço disponível para a agricultura, que apenas se verifica nas zonas de vale associadas aos afluentes do Lima. De igual modo são notórias as diferenças ao nível do leito do rio. A água, que corre mais rapidamente, encontra no seu curso alguns blocos graníticos cuja quantidade vai aumentando à medida que nos deslocamos para montante.

Chegados ao cais da Garrida, somos confrontados com um verdadeiro sentimento de comunhão com a natureza. À beleza do local, associa-se o som da água que se esbarra e escorre por entre a pesqueira artificial que procura limitar os locais de passagem da lampreia, no seu percurso para a desova, facilitando a sua captura.

Próximo deste ponto a ecovia segue por terras do concelho de Arcos de Valdevez.



Nome da Ecovia: Ecovia da Laranja
Entidade Promotora: Município de Ponte de Lima
Âmbito da Ecovia: Paisagístico, Cultural e Histórico
Ponto de Partida: Junto à Igreja de Santo António da Torre Velha
Ponto de Chegada: Refoios, Cais da Garrida
Circulação: Pé, Bicicleta e Cavalo
Distância Percorrida: 5,04 Km
Grau de Dificuldade: Fácil
Cota Máxima Atingida: 14 metros

Pontos de interesse

1. Ponte Romano - Gótica
2. Igreja de Santo António da Torre Velha
3. Capela do Anjo da Guarda
4. Parque Temático do Arnado
5. Rio Labruja
6. Posto de Observação
7. Rio Lima
8. Cais da Garrida 

Ponto de partida

41° 46' 9,9" N | 8° 35' 15,3" W

Ponto de chegada

41° 46' 54,2" N | 8° 32' 24,1" W



Descrição
O troço da Laranja, em Ponte de Lima, estabelece a ligação entre a vila e o cais da Garrida, em Refoios do Lima. Iniciamos o troço na margem direita, junto à ponte Romano-Gótica. A ponte, que une as duas margens há 2000 anos, está classificada como monumento nacional. Obra única do tempo do imperador romano Ótavio César Augusto, viria a sofrer um aumento na Idade Média devido a um desvio do leito do rio e à destruição provocada pelo tempo ou guerras.

Seguimos pelo troço e passamos, de imediato, pela capela do Anjo da Guarda, monumento do séc. XIV que possui uma estrutura de tramo único com 3 faces abertas, cobertura em abóbada cruzetada ogival e capitéis ornados com motivos vegetalistas.

Antes de continuarmos o caminho, aconselhamos uma breve visita ao Parque do Arnado, localizado à nossa esquerda, para apreciar o notável conjunto de jardins que recriam distintos estilos artísticos.

De regresso à ecovia seguimos, por entre belos exemplares de tílias, em direção à ponte que atravessa o rio Labruja. Da ponte conseguimos vislumbrar o posto de observação de fauna do rio Lima. Aconselhamos uma breve paragem neste equipamento que permite, caso a sorte esteja do nosso lado, contemplar espécies de fauna como o pato-real, a garça-real, o guarda-rios, ou mesmo a lontra em busca da sua refeição.

Na restante extensão do percurso, até Refoios do Lima, somos acompanhados em permanência pela galeria ripícola do rio Lima composta por carvalhos, freixos, amieiros e salgueiros, que lhe emprestam uma agradável frescura ao longo de toda a sua extensão. Ao contrário dos troços que seguem para jusante de Ponte de Lima, onde dominam as extensas áreas agrícolas, assiste-se a um estreitamento das margens, nomeadamente a partir do viaduto da A3, diminuindo o espaço disponível para a agricultura, que apenas se verifica nas zonas de vale associadas aos afluentes do Lima. De igual modo são notórias as diferenças ao nível do leito do rio. A água, que corre mais rapidamente, encontra no seu curso alguns blocos graníticos cuja quantidade vai aumentando à medida que nos deslocamos para montante.

Chegados ao cais da Garrida, somos confrontados com um verdadeiro sentimento de comunhão com a natureza. À beleza do local, associa-se o som da água que se esbarra e escorre por entre a pesqueira artificial que procura limitar os locais de passagem da lampreia, no seu percurso para a desova, facilitando a sua captura.

Próximo deste ponto a ecovia segue por terras do concelho de Arcos de Valdevez.
Características
Nome da Ecovia: Ecovia da Laranja
Entidade Promotora: Município de Ponte de Lima
Âmbito da Ecovia: Paisagístico, Cultural e Histórico
Ponto de Partida: Junto à Igreja de Santo António da Torre Velha
Ponto de Chegada: Refoios, Cais da Garrida
Circulação: Pé, Bicicleta e Cavalo
Distância Percorrida: 5,04 Km
Grau de Dificuldade: Fácil
Cota Máxima Atingida: 14 metros

Pontos de interesse

1. Ponte Romano - Gótica
2. Igreja de Santo António da Torre Velha
3. Capela do Anjo da Guarda
4. Parque Temático do Arnado
5. Rio Labruja
6. Posto de Observação
7. Rio Lima
8. Cais da Garrida 

Ponto de partida

41° 46' 9,9" N | 8° 35' 15,3" W

Ponto de chegada

41° 46' 54,2" N | 8° 32' 24,1" W

Veja também

Visite Ponte de Lima
Visite Ponte de Lima
© 2017
PortoNorte